Somos a Verónica e a Constança, mãe e filha, e juntas criámos a Babybox
Queremos contar-vos a nossa história…
Era uma vez uma mãe, enfermeira, que como qualquer mãe, ao levar a sua bebé para casa pela primeira vez, se sentiu imensamente feliz, mas também ansiosa. Sabe-se que no primeiro ano de vida os bebés são vulneráveis a complicações inesperadas, o que nos leva a procurar a melhor informação e aconselhamento relativamente à sua saúde e segurança.
A viver em Inglaterra durante a gravidez, foi no contexto de preparação para o parto que a mãe se deparou com o conceito de baby box – uma caixa de cartão, a ser usada como mini berço, fornecida às novas mães pelo “seu” hospital. Pareceu-lhe desde logo um conceito interessante, pelo facto de algo aparentemente tão simples conseguir impactar na prevenção de situações de risco durante o sono dos nossos bebés. Foi então que surgiu a ideia de fazer chegar os seus benefícios aos bebés e pais portugueses. Assim, ainda na barriga, a bebé Constança começou a fazer parte deste desafio com a mamã.
Being a mother is learning about
strenghts you didn´t know you had, and dealing
with fears you didn´t know existed.
- Linda Wooten
Inspiração Finlandesa
A Baby Box inspira-se numa tradição da Finlândia, onde nos últimos 80 anos o Estado oferece às mães uma caixa (recheada com um kit de produtos para o bebé) que pode ser usada como berço.

A educação e suporte médico especializado, aliados a uma caixa que se assume como um lugar seguro para o bebé dormir, contribuíram para que a taxa de mortalidade infantil diminuísse drasticamente no país, sendo atualmente uma das mais baixas do mundo.
Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL)
A Síndrome da Morte Súbita do Lactente define-se como a morte inesperada e sem explicação de um bebé durante o seu primeiro ano de vida. É também conhecida como “morte no berço”, uma vez que a maioria dos casos está associada ao sono.

As causas da SMSL continuam a ser um mistério, mas sabe-se que existem bebés mais suscetíveis e vários fatores de risco que podem contribuir, em combinação, para a morte desses bebés. A maioria dos casos ocorrem entre os dois e os sete meses de idade (90%).
Internacionalmente, existe uma prevalência de dois casos por cada mil nascimentos e, em Portugal, as estatísticas apontam para os 0.1/0.2 por cada mil nascimentos.

Acredita-se que determinados fatores ligados ao ambiente do lactente, designadamente um acompanhamento pré-natal deficiente, más condições socioeconómicas, o tabagismo, a posição de dormir, dormir com os pais ou dormir no sofá, são favorecedores da SMSL. Manter condições de segurança durante o sono do bebé é assim um importante fator de proteção.
Caso de estudo Temple University
Existem evidências crescentes de que a Baby Box pode contribuir para fomentar práticas de sono seguras.
Um estudo realizado pela Temple University (Filadélfia, EUA), concluiu que a Baby Box, aliada à educação sobre o sono do bebé, reduziu a taxa de partilha de cama com os pais na primeira semana de vida, particularmente quando os bebés eram amamentados exclusivamente.